quarta-feira, 20 de março de 2013

Falácia de relavância: 1. Argumentum ad baculum (recurso à força)

Se comete este tipo de falácia quando se apela à força ou à ameaça de força para provocar a aceitação de uma conclusão.


Recorre-se a este artifício, geralmente, quando as provas ou argumentos racionais fracassaram.

Este tipo de falácia poder ser melhor resumido pelo aforismo:


“A força gera o direito.”


Pode ser exemplificada pelo uso e ameaça dos métodos do tipo “mão dura” para vencer ou convencer adversários politicos ou quando um pais emite um declaração de “ameaça de guerra”.

Pode ser usada, também, de um modo sutil, por exemplo, quando um cabo eleitoral de um determinado partido político lembra um deputado que ele representa e manobra a seu bel-prazer milhares de votos no seu destrito eleitoral.
Com este argumento, o cabo eleitoral quer influenciar a aprovação de determinada legislação cujo mérito não tem nada a ver com essa consideração.